50 Mulheres

A tecnologia ao serviço da Saúde e importância de continuar a apostar na investigação

Maria Carmo-Fonseca, Joana Vilas Boas, Isabel Aldir, Fátima Carneiro e Ana Luísa Neves partilham as suas ideias no projeto 50 mulheres, 50 ideias para a Saúde

Desafiadas pelo Expresso, 50 mulheres ligadas à Saúde indicam uma ideia que gostariam de ver implementada no sector, no âmbito do projeto 50 mulheres, 50 ideias para a Saúde . As primeiras 10 já foram divulgadas e podem ser consultadas AQUI.

Conheça - neste artigo - 5 novas ideias, desta vez relacionadas com as temáticas da investigação e da tecnologia.

Trazer mais investigação para a Saúde

Maria Carmo-Fonseca, presidente do Instituto de Medicina Molecular, considera que o talento dos jovens portugueses - vocacionados para fazer investigação - deve ser aproveitado pelo país porque, como recorda a especialista, o grande desafio da medicina é encontrar resposta para as situações médicas que ainda não têm solução.

Loading...

Sistema único e integrado nos cuidados primários

A coordenadora de Sistemas de Saúde dos SPMS, Joana Vilas Boas, põe a tónica na harmonização e integração de dados em Saúde. Apesar de ser uma lacuna já há muito identificada, a especialista garante que há, neste momento e a este nível, várias ações em curso que pretendem melhorar a Saúde de todos os portugueses.

Loading...

Mais dados, mais informação

A digitalização é o caminho apontado para concretizar a ideia referida por Isabel Aldir, médica e consultora para a Saúde da Casa Civil da Presidência da República. Mesmo que a especialista considere importante que a digitalização ocorra no SNS, afirma que é fundamental incluir e integrar o sector social e o sector privado nesta transformação.

Loading...

Reforçar os centros académicos clínicos

Aumentar a colaboração entre a assistência, o ensino e a investigação é a ideia que Fátima Carneiro, patologista e investigadora do i3S, gostaria de ver posta em prática no país, assim como um reforço da medicina geral e familiar, na qual a prevenção deve ter um papel primordial.

Loading...

Abraçar a digitalização para diminuir desigualdades

Ana Luísa Neves, clinical senior lecturer in Digital Health, diretora da global digital da Health Unit na Imperial College London e também professora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, acredita que a digitalização deve ser uma ferramenta utilizada no sentido de mitigar as desigualdades, incentivando todos os grupos a aumentarem a sua literacia digital, inclusive os mais velhos.

Loading...

Todas as semanas serão divulgadas 5 novas ideias. Ao longo dos próximos meses poderá acompanhar tudo AQUI.

50 mulheres, 50 ideias para a Saúde

50 mulheres, de várias especialidades, dão 50 ideias sustentadas para o desenvolvimento da Saúde em Portugal. Em maio, as 50 soluções apresentadas serão debatidas num evento que promete abrir as portas para o futuro do sector. 50 Mulheres, 50 Ideias para a Saúde é um projeto do Expresso com o apoio da Sanofi.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate