Projetos Expresso

Projetos portugueses de biomedicina premiados na área da investigação

21 novembro 2022 12:50

As declarações dos protagonistas da cerimónia de entrega dos Prémios Pfizer, uma iniciativa que este ano cumpre a sua 66ª edição e à qual o Expresso se associou

21 novembro 2022 12:50

“Temos que motivar, cada vez mais, a comunidade científica a candidatar-se a projetos financiados pela Comissão Europeia", defende Elvira Fortunato, ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

“A ciência assenta sobre um triângulo virtuoso: o financiamento, as instituições e as pessoas”, sublinha Henrique Veiga Fernandes, investigador coordenador da Fundação Champalimaud

“Existe, sobretudo, uma dificuldade ainda em valorizar convenientemente a investigação científica e clínica nas carreiras médicas”, explica Margarida Tavares, secretária de Estado da Promoção da Saúde

“Se houver investigadores dedicados, o financiamento acaba por surgir”, acredita Maria do Céu Machado, presidente da Sociedade de Ciências Médicas de Lisboa

“Os cientistas deveriam ser os heróis da sociedade”, diz Nuno Sousa, professor da Universidade do Minho

“Temos todos os ingredientes para sermos bem sucedidos, falta de facto que haja vontade política, que haja condições e que se criem infraestruturas necessárias”, alerta Paulo Teixeira, diretor-geral da Pfizer Portugal

“Falta-nos uma política estratégica de longo prazo para a investigação científica em Portugal e é muito importante que isto seja assumido”, reforça Susana Marques, diretora médica da Pfizer Portugal

“O financiamento permite continuar com alguns pontos de investigação que ficaram pendentes e este prémio é também um reconhecimento por todo o trabalho que é feito”, refere Tiago Gil Oliveira, vencedor do Prémio Pfizer 2022 e docente da Escola de Medicina da Universidade do Minho