Cultura

AMC aposta na série francesa “Ouro” para a grelha portuguesa

4 fevereiro 2018 13:00

Mathieu Spinosi protagoniza a série de Fabien Nury

Protagonizada por Mathieu Spinosi, “Ouro” explora o negócio da extração de ouro e a luta entre máfias na selva da Guiana Francesa. A série de Fabien Nury tem estreia marcada para a noite deste domingo no AMC

4 fevereiro 2018 13:00

O negócio da extração de ouro e a luta entre máfias na selva da Guiana Francesa é o tema de “Ouro”, a nova aposta do AMC para as noites de domingo, e que conta com Mathieu Spinosi (na imagem acima) no papel do estudante de Geologia Vincent Ogier. Em causa está um estágio na Cayenor, uma empresa mineira especializada na extração deste metal precioso sediada na Guiana Francesa, e a associação de Ogier ao ‘padrinho do ouro’ Antoine Serra (Olivier Rabourdin).

O jovem acredita ter descoberto a localização de “Sarah Bernhardt” — uma mina mítica e inexplorada — e precisa de Serra para poder extrair o mineral, pelo que rapidamente deixará de ser o mero aprendiz que saiu de França para estagiar. A vida na fronteira entre o Brasil e a Guiana, marcada pela violência, fará com que o estudante de Geologia tenha de crescer rapidamente e mostre de que fibra é feito.

A criação da série foi “uma encomenda do Canal+”, como admite o argumentista e realizador Fabien Nury em declarações enviadas ao Expresso. “Eles queriam uma história de aventura passada na Guiana Francesa do nosso tempo” e que se focasse no negócio ilegal da extração de ouro. “Comecei a partir daí, fiz alguma pesquisa e trabalhei sobre essa base”, conta. “A minha primeira ideia, que se manteve até ao final da temporada, foi que esta seria a história de apenas um lugar ilegal [de extração] de ouro.”

Segundo o responsável pela produção francesa, “se virmos [a série] do início ao fim, ficamos com uma boa visão da realidade de todo o processo”. Composta por 8 episódios, a série original do Canal+ e transmitida em Portugal pelo AMC é, de acordo com o canal dedicado às séries internacionais, “rodada nos espetaculares cenários naturais e tropicais da selva da Guiana e envolve o espectador numa história ágil e dinâmica que mistura ação, corrupção e amor”.

“Há homens a arriscar as suas vidas na selva, a matar e a serem mortos por um punhado de ouro. Isto é real e acontece nos dias de hoje”, lembra Nury, que pegou nesta realidade e a transformou em “Ouro”. A produção já foi renovada para uma segunda temporada e continuará a ser escrita e realizada por Fabien Nury. A primeira temporada de “Ouro”, inteiramente filmada na Guiana Francesa, tem estreia marcada para este domingo, pelas 22h10, no AMC.