Boa Cama Boa Mesa

Estes são os 5 destinos em Portugal que deve visitar em outubro

30 setembro 2022 10:35

Covão d'Ametade

turismo centro de portugal

Aproveitar os últimos dias de sol, com o outono a chegar, é a ocasião perfeita para observar a paisagem a mudar de tom. Deslumbre-se com as cores da estação, em contacto com a natureza e aproveite para conhecer o património, a cultura e a gastronomia destes cinco destinos nacionais, que ganham destaque com a chegada do mês de outubro.

30 setembro 2022 10:35

A diversidade que a geografia nacional oferece é única e, em cada região do país, quando o outono chega, a mudança das cores da natureza são um espetáculo deslumbrante. Aproveite estas sugestões do Boa Cama Boa Mesa e de máquina fotográfica na mão e calçado confortável, faça-se à estrada para descobrir o melhor que Portugal tem para oferecer ao longo do mês de outubro, entre património, cultura, gastronomia e até…praia!

Covão d’Ametade

Covão d’Ametade

Serra da Estrela: paleta de cores no Covão d’Ametade

É um dos postais ilustrados da serra da Estrela. Localizado a cerca de 1500 metros de altitude, no sopé do Cântaro Magro e no início do Vale Glaciário, é o local onde o rio Zêzere começa a ganhar dimensão. No Covão d’Ametade, após contemplar a imponência e a grandiosidade do afloramento granítico dos Cântaros Magro, Gordo e Raso, mergulhe na vegetação envolvente, maioritariamente composta por bétulas, com a particularidade de criar um ecossistema com uma grande biodiversidade e observe com atenção os castanhos, vermelhos e dourados da folhagem a pintar a paisagem, transformando cada recanto numa pintura viva e deslumbrante. Ganhe fôlego e faça um passeio pela Rota das Faias na Serra da Estrela. Mais do que um trilho pedestre, é uma grande e inesquecível experiência sensitiva! Ganhou este nome pelo facto do percurso mergulhar no interior de uma densa floresta de faias, plantada pelos Serviços Florestais de Manteigas no início do século XX, proporcionando uma caminhada repleta de surpresas para quem deseja conhecer a serra, as gentes e os costumes. Inicia-se na Cruz das Jugadas, a cerca de 7 km de Manteigas, e estende-se por uma espessa floresta de faias. Não sendo um percurso fácil, é compensado o esforço porque o Vale Glaciar do Zêzere, a Torre, os Cântaros Magro e Gordo e as Penhas Douradas oferecem vistas deslumbrantes. A estação de eleição para fazer este percurso é o outono, que oferece um cenário multicolor, matizado de tons avermelhados, alaranjados e amarelados. Recupere o fôlego com as propostas regionais do restaurante Berne (Tel. 275981351) e do restaurante São Lourenço (Tel. 275249730), no hotel Casa de São Lourenço, em Manteigas, e com vista para o Vale Glaciar. O Hotel da Fábrica (Tel. 275982420) ou a Casa das Penhas Douradas (Tel. 275981045) são opções de alojamento.

Douro Vinhateiro

Douro Vinhateiro

serge chapuis

Douro: as vinhas e o Festival da Maçã em Armamar

Deslumbrante a cada dia do ano, a paisagem do Douro Vinhateiro ganha outro romantismo quando as cores do outono se apoderam das vinhas e pintam os socalcos com as cores da estação. De barco ou pelas estradas que serpenteiam por montes e vales ou à beira do rio, cada paragem oferece um retrato único e deslumbrante. Para um passeio contemplativo, nada melhor que a N222, a estrada que liga Peso da Régua ao Pinhão. São, ao todo, 27 km de um verdadeiro filme que elogia a natureza e o património paisagístico da região. A meio do percurso, suba em direção a Armamar para participar num dos mais importantes eventos da estação: a Feira da Maçã 2022. Depois dos constrangimentos dos últimos dois anos, está de regresso no fim de semana de 14 a 16 de outubro para a décima quinta edição. Falar de Armamar é falar da maçã de montanha, dos vinhos DOC Douro, Porto e Távora Varosa e, mais recentemente, da cereja, uma aposta mais recente dos agricultores. A Feira da Maçã é a montra de Armamar, onde também são promovidas provas de vinhos e da gastronomia local e visitas temáticas. Prove os produtos da estação no restaurante DOC, do premiado chef Rui Paula (Tel. 254858123), ou os sabores clássicos da região na Toca da Raposa, em Ervedosa do Douro (Tel. 254423466). Para descansar com vista para a palete de cores do Douro Vinhateiro, opte pela Quinta do Tedo (Tel. 933428398), em Folgosa, ou pelo Vila Galé Douro Vineyards (Tel. 254247000).

Mata de Albergaria

Mata de Albergaria

Gerês: a deslumbrante Mata de Albergaria

Incontornável no outono, o Parque Nacional da Peneda-Gerês, estende-se dos planaltos da Mourela ao de Castro Laboreiro incluindo as serras da Peneda, Soajo, Amarela e Gerês. A diversidade botânica inclui bosques, matos, vegetação ripícola e turfeiras para além de matos húmidos, com várias espécies raras e endémicas, com destaque para alguns dos mais importantes carvalhais de Portugal, que ganham uma cor especial nesta estação. A Mata de Albergaria é um dos bosques mais representativos dos carvalhais galaico-portugueses de Quercus robur e Quercus pyrenaica do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), onde se inclui também um troço da via romana Geira, com ruínas de pontes e um significativo conjunto de marcos miliários. Foi classificada, pelo Conselho da Europa, como uma das reservas biogenéticas do continente europeu: Reserva Biogenética das Matas de Palheiros e Albergaria e como Reserva da Biosfera, pela UNESCO, desde 2009, como Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés. No Cantinho do Antigamente (Tel. 253353195) não deixe de provar a tradicional Posta, e no Albelo do Gerês (Tel. 939665753) o Cozido barrosão. A Pousada Caniçada-Gerês (Tel. 210407650) e o Agrinho Suites & Spa Gerês (Tel. 960283788) são opções de alojamento na região.

Brama dos Veados

Brama dos Veados

Lousã: a época da brama dos veados

Os meses de setembro até novembro são os ideais para observar o comportamento do veado e ouvir o chamamento uma vez que esta é epoca de acasalamento. A Lousã é um dos locais em Portugal em que melhor se pode testemunhar a chamada “Brama dos Veados”. É possível ouvir os machos a defender e reclamar os territórios, atraindo as fêmeas, uma vez que têm de se tornar visíveis para o sexo oposto, e expondo-se, aumentam a probabilidade de serem avistados. O crepúsculo e a madrugada são os momentos do dia mais propícios para estes avistamentos. Além da observação direta, pode recorrer ao uso de binóculos para avistar os animais mais distantes ou visualizar pormenores e comportamentos de determinados indivíduos, numa envolvente romântica, proporcionada pelos tons dourados da floresta. O Octant Lousã (Tel. 239990800) tem um programa especial, de duas noites com caminhada na serra, acompanhada por guia especializado, para observação da Brama dos Veados. Pode ainda relaxar no Resort Natureza Villa Rio (Tel. 963803847) e aproveitar os sabores da estação no restaurante O Burgo, à entrada da serra da Lousã (Tel. 239991162) ou no Sabores da Aldeia, na aldeia de xisto de Candal (Tel. 239991393).

Porto Santo

Porto Santo

Porto Santo: águas quentes e temperatura amena

Aqui, o dourado chega das areis únicas, banhadas pelas águas azul turquesa, com temperaturas constantes de 24 graus. Porto Santo, na Região Autónoma da Madeira, dista apenas uma hora e meia de voo a partir de Lisboa. Esta ilha única tem como postal a extensa praia de areia dourada, que se prolonga por 9 km. Desta forma, a ilha é um excelente destino para quem procura praia e calor durante o mês de outubro. Acrescem as qualidades terapêuticas que atraem a Porto Santo. A água do mar, rica em cálcio, iodo e magnésio, elemento ideal para recuperar da falta de sais minerais causados pelo stress e pela fadiga, constituem outros motivos que tornam este destino tão único. Considerada como um verdadeiro spa ao ar livre, oferece tratamentos de areia quente para doenças de ossos e de pele, gratuitos, bastando apenas cobrir o corpo com a areia quente. Prove o “Atum Braseado” no Panorama Restaurante (Tel. 966789680) e relaxe no Pestana Porto Santo (Tel. 291144000), em frente à praia. Não deixe de provar uma Lambeca.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!