Loading...

Ensino

Pais manifestam-se contra "perdas curriculares" dos filhos por causa da greve de professores

Na Escola Básica da Junqueira, em Vila Nova de Gaia, a greve dos professores tem perturbado de forma significativa o normal funcionamento da escola

Os pais de uma escola básica de Vila Nova de Gaia manifestaram-se esta manhã, não diretamente contra as greves, mas contra o facto de os filhos estarem praticamente sem aulas há um mês.

Os encarregados de educação que se encontravam à entrada da Escola Básica da Junqueira mostravam-se insatisfeitos com a situação escolar que os filhos atravessam.

Desde dezembro que o número de aulas tem sido reduzido, o que é visto pelos mesmo como prejudicial para a aprendizagem dos educandos.

Para além desta, existe outra questão. As refeições têm de ser marcadas até às onze horas, uma vez que “a escola da Junqueira não garante refeição às crianças” após essa hora, mas com as greves parciais dos professores os pais nunca sabem muito bem se há aulas ou não.

A paralisação dos docentes está a causar um impacto negativos nas crianças em aspetos que vão além das perdas curriculares.

Os pais referiram que os filhos “estão a ficar ansiosos e que não socializam”.

Contactado pela SIC o agrupamento de Valadares, a que pertence esta escola, fez saber que já ontem foram disponibilizadas refeições para os alunos e que, a partir de hoje, está sempre assegurado o almoço.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários
Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vídeo
+ Vistas