Sociedade

Mais de metade das vagas para professores por preencher são em Lisboa e Setúbal

13 setembro 2022 8:02

paulo novais/lusa

Há 676 vagas nas escolas públicas que ficaram por preencher, o que equivale a 9654 horas letivas

13 setembro 2022 8:02

Na semana em que começa o ano letivo, há ainda escolas sem professores para dar aulas. De acordo com o jornal “Público”, a região de Lisboa e o Algarve sentem mais esta carência. Cerca de 59% das vagas que se encontravam em oferta nas escolas (último recurso para preenchê-las) correspondem a estabelecimentos nos distritos de Lisboa e de Setúbal. Há, ainda, 9% de vagas disponíveis no distrito de Faro.

Esta segunda-feira, estavam por preencher, segundo a plataforma SIGRHE (Sistema Interativo de Gestão de Recursos Humanos da Educação) do Ministério da Educação (ME), 676 vagas para professores. O que equivale a 9654 horas letivas por preencher nas escolas públicas.

Em Lisboa, estão concentradas 43,6% das vagas disponíveis, isto é, faltam 295 docentes. No total, há 4026 horas por preencher. Em Setúbal, estão por preencher 101 vagas (14,9%). Já em Faro, com 9% do total de vagas em todo o país para as quais ainda não há professor, há 62 lugares vazios.