Sociedade

Caso Luís Dias: agricultor lesado pelo Estado vai fazer greve de fome pela terceira vez

1 setembro 2022 16:38

Tiago Soares

Tiago Soares

Jornalista

O agricultor de Idanha-a-Nova vai iniciar um terceiro protesto a partir de 8 de setembro, em frente à residência oficial do primeiro-ministro, após oito meses à espera de uma solução prometida pelo gabinete de António Costa. Caso começou em 2014. Relatórios da Inspeção-Geral da Agricultura e despacho do Ministério Público já deram razão a Luís Dias e apontaram “desconformidades legais” na atuação do Estado

1 setembro 2022 16:38

Tiago Soares

Tiago Soares

Jornalista

O agricultor que já fez duas greves de fome em protesto contra a atuação do Estado no processo de financiamento da Quinta das Amoras, em Idanha-a-Nova, vai voltar a manifestar-se à porta da residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento. A decisão foi avançada ao Expresso pelo próprio Luís Dias, depois de vários meses em contacto com o gabinete do primeiro-ministro, que lhe tinha prometido uma solução após uma luta burocrática que começou há oito anos.