Sociedade

Quedas são o acidente doméstico mais comum nos idosos e “aumentam morte prematura”

25 janeiro 2022 10:50

Foto: Getty Images

Em 2020, o recurso às urgências devido a acidentes domésticos e de lazer aumentou 13% na população sexagenária

25 janeiro 2022 10:50

As quedas são o acidente doméstico mais frequente na população com mais de 65 anos. No ano de 2020 deslocaram-se às urgências, de acordo com o “Correio da Manhã”, mais de 45 mil idosos devido a quedas, o que representa 89,4% dos acidentes nesta faixa etária. Para Mário Pereira Pinto, da Sociedade Portuguesa de Geriatria e Gerontologia (SPGG), as quedas nos idosos “aumentam a morte prematura”.

Em 2020, o recurso às Urgências devido a acidentes domésticos e de lazer aumentou 13% na população sexagenária.  Mário Pereira Pinto revela que “as quedas são causadoras de muita incapacidade”, acrescentado que “aumentam os custos em saúde”.

“Há fatores de risco extrínsecos, que têm a ver com o meio ambiente em que o idoso se movimenta, e que incluem a instabilidade das mobílias ou a existência de escadas”, exemplifica o vogal da SPGG. Além disso, há “os fatores intrínsecos, que têm a ver com alterações de visão e equilibro”.