Sociedade

Estatuto Verde das Espécies. Como avaliar se uma espécie está em vias de extinção ou em recuperação

4 agosto 2021 11:09

“our planet”

Das 181 espécies já avaliadas, 60% foram consideradas “amplamente” ou “criticamente depauperadas”

4 agosto 2021 11:09

O novo “Estatuto Verde das Espécies” é uma lista da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) que pretende indicar até que ponto as espécies estão ameaçadas ou recuperaram, em comparação com os níveis históricos da sua população. Segundo o jornal "Público", a avaliação preliminar a 181 espécies, divulgada na última edição da revista Conservation Biology, revelou que 60% foram consideradas “amplamente” ou “criticamente depauperadas”.

O estatuto classifica as espécies em categorias, indicando se a espécie está mais próxima da sobre-exploração ou da recuperação. “Esta lista pretende medir o quão perto uma espécie está de ser totalmente ecologicamente funcional em toda a sua área de distribuição, e quanto ela recuperou graças à ação de conservação realizada”, afirma um dos autores do artigo e membro do Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente da Universidade dos Açores, Paulo Borges.

As categorias para os estatutos são as seguintes: “totalmente recuperada”, “ligeiramente depauperada”, “moderadamente depauperada”, “amplamente depauperada”, “criticamente depauperada”, “extinta na natureza”, e “indeterminada”. O trabalho foi realizado por mais de 200 investigadores de 171 instituições.