Cinema

Festival de Veneza: “Blonde” é uma bomba que não explode

9 setembro 2022 10:19

Ana de Armas capricha no ‘boneco’, falha na alma de Marilyn, em “Blonde”

O Expresso está em Veneza a acompanhar a Mostra Internazionale d'Arte Cinematografica della Biennale di Venezia. Diariamente, o crítico Jorge Leitão Ramos destaca os principais momentos do festival

9 setembro 2022 10:19

Era um dos títulos mais aguardados da competição de Veneza. Se bem que a sua localização na fase descendente do programa - penúltimo dia - não augurasse fulgores, não era de esperar tanta palidez. Baseado no livro homónimo de Joyce Carol Oates, um romance biográfico sobre Norma Jean Baker, Marilyn Monroe na vida pública, “Blonde” é uma tentativa de Andrew Dominik penetrar o mito de um dos maiores ícones americano do século XX. Penetrar o mito e tocar na pessoa, nas suas inseguranças, paranóias, fragilidades.