Revista de imprensa

Governo reforça verbas para residências universitárias para evitar perder 2500 camas

15 setembro 2022 9:06

A oferta das residências universitárias não deverá ultrapassar as 10 mil vagas este ano

rui duarte silva

Faltam 52 milhões de euros para avançar com os 33 projetos validados e garantir um total de 12 mil camas nas residências estudantis

15 setembro 2022 9:06

O Governo vai reforçar o financiamento do Plano Nacional de Alojamento Estudantil (PNAES). Segundo o que a ministra do Ensino Superior, Elvira Fortunato, garantiu ao jornal “Público”, a verba de 375 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) já destinada não é suficiente para viabilizar dez dos projetos aprovados pelo júri. Em causa estão 2500 camas das 12 mil anunciadas em julho.

Do dinheiro do PRR, 126 milhões de euros estão destinados à construção de novos edifícios para residências estudantis e 249 milhões de euros para cobrir os custos de todas as propostas de reabilitação de edifícios. Contudo, na primeira fatia de dinheiro - para avançar com os 33 projetos validados - são necessários 178 milhões de euros. Desse modo, o Governo vai reforçar esta verba em 52 milhões de euros.

Sem o reforço por parte do Governo, as residências universitárias vão ganhar mais 9400 camas. O investimento extraordinário permitirá acrescentar mais 2500 camas.