Política

PR foi informado da demissão, mas aguarda pedido de exoneração e novo nome

30 agosto 2022 12:05

paulo novais

Marta Temido apresentou esta terça-feira a demissão por entender que “deixou de ter condições” para exercer o cargo, que foi aceite pelo primeiro-ministro. Marcelo fala esta tarde aos jovens do PSD reunidos em Castelo de Vide

30 agosto 2022 12:05

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já assumiu, em nota publicada no site oficial, que foi foi avisado da demissão da ministra da Saúde, mas salienta que aguarda o pedido de exoneração que o primeiro-ministro terá de formalização e a proposta de nomeação do seu substituto.

"O Presidente da República foi informado pelo Primeiro-Ministro, no início do dia de hoje, da intenção da Ministra da Saúde, Marta Temido, de cessar as suas funções, posição essa que aceitava", lê-se num texto colocado na página da Presidência na internet com o título "Nota sobre a intenção da Ministra da Saúde cessar as suas funções".

O texto refere depois que o "Presidente da República aguarda a formalização do pedido de exoneração, bem como da proposta de nomeação de novo titular", nos termos da Constituição.

Marta Temido apresentou hoje a demissão por entender que “deixou de ter condições” para exercer o cargo, que foi aceite pelo primeiro-ministro.

“A ministra da Saúde, Marta Temido, apresentou hoje a sua demissão ao primeiro-ministro por entender que deixou de ter condições para se manter no cargo”, dá conta uma nota enviada às redações na madrugada de hoje.

O Presidente foi crítico do Estatuto do SNS quando o promulgou e, como o Expresso avançou, não acredita na solução de Costa para a reforma do sistema, nomeadamente a criação do cargo de diretor-geral do SNS. Nos últimos meses, foi notória a falta de apoio político do PS e do primeiro-ministro a Marta Temido. Ainda assim, Costa quer que a ministra ainda vá ao Conselho de Ministros que aprovará a regulamentação do Estatuto do SNS.

Esta teça à tarde, o Presidente vai estar em direto com a Universidade de Verão do PSD, que decorre em Castelo de Vide. Marcelo vai responder em direto, por videochamada às perguntas dos participantes. Inicialmente, estava previsto que as resposta do Presidente fossem gravadas, mas segunda-feira à noirte do PR decidiu alterar e responder em direto.