Irresistível

Luís Marques Mendes: “Tenho duas preocupações na tv: ser independente, não fazer tempos de antena, e falar claro, para que todos entendam”

O comentador da SIC conversa com Bárbara Guimarães sobre a família, os hábitos mais íntimos e as atuais funções de analista político: “aos que agrada hoje, desagrada amanhã. O critério tem de ser dizer as coisas com verdade e isenção. Não é um tempo de antena”. Oiça aqui o ‘Irresistível’ em podcast

Em criança, Luís Marques Mendes ia à missa com a mãe e no fim ficava espantado com os comentários sobre a homilia do padre: “gostei muito, o sr. padre falou bem, mas não entendi nada.” Isso marcou-o para a vida e, por isso, hoje enquanto comentador político na televisão preocupa-se muito com duas coisas: “ser independente, não usar o comentário como tempo de antena, e falar claro, para que todos entendam”. O ex-líder do PSD admite que pode ser visto hoje como um influencer da televisão, mas diz que não tem essa ambição. Vive longe das redes sociais e passa muito tempo no seu escritório. Diz que bebe "mais cafés do que devia" e aprecia os charutos.

Oiça a conversa íntima e informal com Bárbara Guimarães, no programa Irresistível.

D.R.

Irresistível é um programa da SIC Mulher que pode acompanhar em podcast no site da SIC e do Expresso ou em qualquer plataforma digital de podcasts. A cozinha é um espaço de socialização, propício a conversas interessantes, doces e picantes que prometem surpreender e inspirar! E as melhores, acontecem aqui, porque não há melhor lugar para conversar. Bárbara Guimarães recebe caras conhecidas dos portugueses, para conversas descontraídas num registo de proximidade comum ao das nossas casas. 'Irresistível' é um podcast semanal, com publicação sempre à quinta-feira.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: piquete@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas