Economia

Navigator e sindicatos fecham "acordo histórico" para atualização de salários

20 julho 2022 19:29

Foto: Navigator

Pela primeira vez a Navigator fechou um acordo com os sindicatos de atualização salarial e de progressão na carreira. Acordo laboral tem uma duração de dois anos

20 julho 2022 19:29

A papeleira Navigator e as organizações representativas dos trabalhadores (ORTs) fecharam um acordo laboral que terá a duração de 2 anos (2022 e 2023) e que implica a atualização dos salários, prémios e também progressão na carreira, segundo anunciado esta quarta-feira.

De acordo com a nota da empresa, é a primeira vez que um acordo como este é alcançado.

O acordo abrange cerca de 1700 técnicos operacionais e "fixa o salário mínimo de entrada para colaboradores em início de carreira nos 872 euros, a partir de dia 1 de dezembro de 2022, com progressão automática para o escalão seguinte (907 euros) em caso de avaliação positiva no prazo de um ano."

"Estes aumentos de remuneração base contam ainda com o reflexo proporcional nos subsídios de turno entre 10% a 25% de majoração quando aplicáveis", explica o comunicado.

Adicionalmente, a papeleira irá atualizar os salários em pelo menos 0,9% com retroativos a 1 e janeiro de 2022.

O acordo inclui também o pagamento da comparticipação do seguro de saúde, que produzirá efeitos a partir de 1 de janeiro de 2023, "o que implicará que o trabalhador assumirá apenas 8 euros mensais da comparticipação do cônjuge num seguro que abrange a totalidade do agregado familiar".

Ainda no acordo estão incluídas "algumas medidas de aceleração do normal processo de Progressão de Carreiras, acordadas em 2021, nomeadamente a passagem na horizontal para o escalão imediatamente seguinte, a partir de 1 de dezembro deste ano, para todos os colaboradores com uma avaliação de desempenho positiva, o que representa mais de 80% da população de técnicos operacionais".