Economia

Dona da Zara e da Massimo Dutti elimina 27 empresas do grupo

2 agosto 2021 11:39

marcos del mazo/getty images

A reestruturação da gigante espanhola do têxtil fez com que o número de entidades do grupo descesse para os 350

2 agosto 2021 11:39

A Inditex, proprietária de cadeias como a Zara, Bershka e Massimo Dutti, promoveu uma reorganização da sua estrutura societária, a maior da sua história, eliminando 27 empresas do grupo em diversos países. Trata-se da maior redução de um ano para o outro desde que a empresa existe.

Segundo o espanhol Cinco Días, a empresa fundada por Amancio Ortega - agora também proprietário de 12% da REN - tinha, a 31 de janeiro, 350 empresas no seu grupo detidas a mais de 50% pela empresa sediada na Corunha.

Segundo o jornal, esta é a estrutura societária mais reduzida da Inditex desde 2013, e ocorreu paralelamente ao fecho de lojas em todo o mundo: em 2020, fecharam mais de 750 espaços físicos de insígnias como Zara e Pull & Bear. O objetivo é, segundo a Inditex ao periódico espanhol, uma "simplificação de sociedades".

Esta simplificação consolidou o negócio em filiais, até aí dividido em múltiplas empresas, numa só, como na Croácia, Bósnia e Japão. Ou, então, significou o fecho total da operação, como aconteceu em Macau, território que a Inditex abandonou encerrando todas as suas lojas físicas.