Blitz

Kanye West já despediu um dos ideólogos da sua campanha para presidente dos Estados Unidos

5 dezembro 2022 14:00

getty images

Uma das ‘peças’ mais polémicas do xadrez de Kanye West já não faz parte do tabuleiro

5 dezembro 2022 14:00

Milo Yiannopoulos, apoiante da extrema-direita e defensor da pedofilia, já não está a trabalhar com Kanye West na campanha presidencial deste.

No Telegram, Yiannopoulos deixou uma mensagem aos seus seguidores, na qual explica que Kanye e ele próprio chegaram “à conclusão que eu deveria afastar-me da equipa dele”.

“O Ye é um génio, que eu aprendi a amar e a respeitar. Continuamos amigos. Continuarei a rezar por ele e por todos os seus esforços”.

Yiannopoulos pode ter trabalhado na campanha de Kanye West durante pouco mais de duas semanas, mas terá sido ele o arquiteto do encontro entre o músico e Donald Trump, na casa deste na Flórida, e que causou polémica dado que Kanye se fez acompanhar por Nick Fuentes, conhecido neo-nazi norte-americano.

De acordo com a “Rolling Stone”, e apesar de já ter anunciado a sua candidatura à presidência dos EUA em 2024, Kanye ainda não preencheu os papéis necessários. Em 2020, na sua primeira tentativa de chegar à Casa Branca, conseguiu 60 mil votos.