Exclusivo

Coronavírus

Fim do uso obrigatório de máscaras na Madeira anunciado pelas empresas de transportes

Fim do uso obrigatório de máscaras na Madeira anunciado pelas empresas de transportes
Wolfgang Kaehler

Obrigatoriedade mantém-se apenas em hospitais, centros de saúde e lares. A região foi a primeira a determinar o uso de máscara em espaços interiores e exteriores e é também a primeira a aliviar quase por completo esta imposição

Primeiro de agosto, primeiro dia sem máscara obrigatória nos autocarros, táxis e farmácias. A situação de alerta não foi prorrogada e, ao fim de dois anos, a Madeira deixa cair as últimas restrições impostas devido à pandemia de covid-19. A decisão foi tomada na reunião do Conselho de Governo na última quinta-feira, mas o executivo de Miguel Albuquerque optou por não divulgar a opção de impor máscara apenas nos hospitais, centros de saúde e lares de idosos.

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 1,63€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas