Sociedade

Obras na Linha de Cascais começam a 2 de maio e implicam interdição de comboios

Obras na Linha de Cascais começam a 2 de maio e implicam interdição de comboios
MIGUEL A.LOPES/Lusa

As obras para modernização da Linha de Cascais entre o Cais do Sodré e Algés vão implicar a interdição de comboios, mas com transportes alternativos por camioneta

As obras para a modernização da Linha de Cascais vão iniciar-se na terça-feira entre o Cais do Sodré (Lisboa) e Algés (Oeiras) e implicam a interdição de comboios, anunciou esta quinta-feira a Infraestruturas de Portugal (IP).

"No próximo dia 2 de maio terão início os trabalhos referentes à Fase 1, que se irão desenvolver entre o Cais do Sodré e Algés durante as próximas 18 semanas", lê-se num comunicado da IP.

A empresa que gere aquela linha ferroviária indicou ainda que, para garantir a segurança dos trabalhadores em obra, é "imprescindível" interditar a circulação dos comboios em alguns horários da noite e madrugada no troço Cais do Sodré-Algés.

Assim, de segunda a sexta-feira irão ser interditos os comboios entre as 23h00 e as 5h00, na noite de sábado para domingo entre as 19h50 e as 9h50 e, na noite de domingo para segunda-feira, entre as 19h50 e as 4h50.

Para minimizar "os impactos negativos decorrentes deste constrangimento", e durante aqueles períodos de interrupção do serviço ferroviário, "serão disponibilizados, aos clientes da CP, transportes rodoviários alternativos, que vão garantir às populações a manutenção do transporte", adiantou a IP.

Segundo a empresa, o processo de modernização da via e catenária da Linha de Cascais teve início no dia 06 de dezembro de 2022 com um investimento de 31,6 milhões de euros e contempla a migração do atual sistema de eletrificação de 1,5 kV em corrente contínua para 25 kV em corrente alternada, com a substituição integral da catenária (sistema de distribuição e alimentação elétrica aérea) existente entre as estações de Cais do Sodré (inclusive) e Cascais (exclusive).

Este investimento é cofinanciado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) no âmbito do Portugal 2020 e tem como principais objetivos promover serviços de transporte mais eficientes e ambientalmente sustentáveis.

O projeto envolve trabalhos ao nível de catenária e via, instalação de um novo sistema de sinalização e de um sistema de controlo de velocidade, implementação de sistemas de videovigilância e beneficiação de estações e apeadeiros, entre outros.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas