Sociedade

“Uma coisa ferrou tudo o resto, acabou o dinheiro”: crise, fraude e ilusão levam 145 brasileiros por mês a pedir ajuda para sair de Portugal

14 janeiro 2023 11:19

A OIM apoiou em 2022 o regresso de quase 340 imigrantes aos países de origem. Nunca foram tantos nem tão graves casos sociais. Crise, ilusão made in YouTube e fraudes forçam retorno

14 janeiro 2023 11:19

Já era expectável que a crise económica que se vive em Portugal, com a inflação e a guerra a encarecer tudo o que é básico na vida, atingisse de sobremaneira os imigrantes que se mudaram para o país em busca de uma vida melhor. Com o orçamento contabilizado ao cêntimo, a mínima oscilação dos preços, da situação laboral ou habitacional, quebra-lhes o débil equilíbrio financeiro, ao ponto de, de um dia para o outro, não terem dinheiro nem para ficar, nem para retornar ao país de origem.

“Os pedidos de apoio ao regresso que têm chegado à OIM [Organização Internacional para as Migrações] são elevados, mas mais do que o número é o tipo de casos que me surpreende e preocupa. Nunca foi tão fim de linha. São de extrema vulnerabilidade, há quem esteja quase ou a viver na rua, há vítimas de tráfico, violência, todas com uma saúde mental frágil. E bastaram uns meses para ficarem nesta situação”, alerta Vasco Malta, chefe de missão da OIM em Portugal.