Sociedade

São nove os blocos de partos com fechos no Natal e há alguns fora de Lisboa: conheça o plano completo da Direção Executiva do SNS

22 dezembro 2022 8:22

solen feyissa/unsplash

Guarda, Caldas da Rainha, Abrantes, Santarém e Beja juntam-se aos hospitais da grande Lisboa que terão fechos programados de urgências obstétricas no Natal, entre os dias 23 e 26 de dezembro. Só nas regiões do Norte e do Algarve todos os blocos de partos funcionarão em pleno

22 dezembro 2022 8:22

Serão nove, num total de 38, os blocos de partos com contrangimentos no período natalício.

A operação “Nascer em Segurança no SNS”, publicada na manhã desta quinta-feira pela Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde, determinou encerramentos pontuais em alguns blocos de partos para colmatar a falta de profissionais que se iria fazer sentir para preencher as escalas nas urgências de obstetrícia durante o Natal.

Nestes encerramentos não consta nenhum hospital das regiões do Norte e do Algarve. Aí todos estarão a funcionar em pleno.

Esta é a lista dos hospitais que irão encerrar blocos de partos:

Região de Lisboa e Vale do Tejo

Entre as 8H do dia 23 de dezembro e as 8H do dia 26 de dezembro

  • Fecham os blocos de partos do Hospital Vila Franca de Xira, do Centro Hospitalar de Setúbal e do Centro Hospitalar do Oeste (Caldas da Rainha)

Entre as 20H do dia 23 de dezembro e as 8H do dia 26 de dezembro

  • Fecham os blocos de partos do Centro Hospitalar Lisboa Ocidental, Hospital S. Francisco Xavier, e do Hospital Professor Doutor Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra)

Entre as 8H do dia 24 de dezembro e as 8H do dia 25 de dezembro

  • Fecha o bloco de partos do Centro Hospitalar do Médio Tejo (Abrantes)

Entre as 8H do dia 25 de dezembro e as 8H do dia 26 de dezembro

  • Fecha o bloco de partos do Hospital de Santarém

Na região Centro

Entre as 19H do dia 24 de dezembro e as 9H do dia 25 de dezembro

  • Fecha bloco de partos do Hospital da Guarda

Na região do Alentejo

Entre as 8H do dia 25 de dezembro e as 8H do dia 26 de dezembro

  • Fecha o bloco de partos do Hospital de Beja (Baixo Alentejo)

Modelo é para replicar na passagem de ano e até fim de março

No fim de semana de 30 de dezembro a 2 de janeiro o modelo irá replicar-se, bem como durante os primeiros três meses de 2023.

A deliberação, com data de 19 de dezembro, determina que seja feita uma avaliação mensal a este plano, que no limite poderá estender-se a todo o ano de 2023.

Estas medidas são, para direção executiva do SNS, uma "abordagem temporária" que pode evitar o fecho absoluto de blocos de partos lê-se na deliberação, até que seja possível "inverter o ciclo e captar profissionais" de saúde.

A equipa liderada por Fernando Araújo sublinha que se não forem tomadas medidas, "o mais natural é que se agrave e condicione de forma irreversível" o atendimento às grávidas e recém-nascidos, que já vivem num clima de "ansiedade e receio".

Pode consultar aqui o horário de funcionamento dos serviços de urgência de obstetrícia e ginecologia e dos blocos de partos de todo o país.