Sociedade

Portugal atribuiu quase 85 mil vistos em 2021: foi o sétimo país a acolher mais imigrantes na UE

10 agosto 2022 10:22

Os imigrantes têm vínculos mais precários, trabalham mais horas e em horários longos

antónio pedro ferreira

Quase metade das autorizações foram atribuídas a brasileiros

10 agosto 2022 10:22

Portugal foi o sétimo país da União Europeia a conceder mais autorizações de residência a cidadãos extracomunitários em 2021. Nesse ano foram atribuídos, segundo o “Jornal de Notícias”, 84.805 vistos.

O número de vistos atribuídos no ano passado é ligeiramente superior ao registado em 2020 (84.397). No entanto, ainda se encontra abaixo dos 93 mil atribuídos em 2019 (último ano antes da pandemia).

A maioria das autorizações (45,6%) foi concedida, de acordo com o Eurostat, a quem se candidatou por motivos de trabalho. Quase metade das autorizações (46,5%) foram para os cidadãos oriundos do Brasil. Em 2021, os indianos (8,73%) ultrapassaram os angolanos (5,42%) e restantes Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).