Sociedade

Monkeypox: número de casos em Portugal aumenta para 58

26 maio 2022 12:49

smith collection/gado

Direção-Geral da Saúde adianta que esta quinta-feira foram confirmados mais nove infeções. Doentes são todos homens, a maioria com menos de 40 anos

26 maio 2022 12:49

Portugal tem até ao momento 58 casos confirmados de monkeypox. Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), “a maioria das infeções foram notificadas, até à data, em Lisboa e Vale do Tejo, mas também há registo de casos nas regiões Norte e Algarve”. A infeção continua circunscrita à população masculina entre os 23 e os 61 anos, a maioria com menos de 40 anos.

Os novos casos, nove, foram confirmados pelo Instituto Ricardo Jorge e todos os doentes “identificados mantêm-se em acompanhamento clínico, encontrando-se estáveis e em ambulatório”. O surto, com origem ainda desconhecida, não deverá ficar por aqui. A DGS explica que “estão em curso os inquéritos epidemiológicos, com o objetivo de identificar cadeias de transmissão, potenciais novos casos, respetivos contactos e ainda eventuais locais de exposição”.

A autoridade nacional de Saúde adianta ainda que “Portugal está a encetar diligências no sentido de constituir uma reserva nacional de vacinas, através do mecanismo europeu” e, “de igual forma, através de especialistas da Comissão Técnica de Vacinação da DGS, está a ser estudada a eventual necessidade de administrar a vacina a contactos de casos confirmados e a profissionais de saúde, no contexto deste surto”.

Lesões na pele devem ser cobertas para ir ao médico

A DGS pede a quem tiver sintomas suspeitos, como "erupção cutânea, lesões ulcerativas, gânglios palpáveis, eventualmente acompanhados de febre, arrepios, dores de cabeça, dores musculares e cansaço”, que cubra as lesões cutâneas quando se dirigir a uma unidade de saúde.