Sociedade

BPP: Paulo Guichard foi à cadeia para se entregar - e a cadeia não o queria

29 abril 2022 13:02

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista

mário cruz/lusa

Guichard pretendia entregar-se para cumprir a pena de 4,8 anos a que foi condenado por falsidade informática no primeiro processo do BPP

29 abril 2022 13:02

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista

Por volta da hora de almoço de 27 de abril, quarta-feira, Paulo Guichard bateu à porta do Estabelecimento Prisional de Vale do Sousa. Queria entregar-se para cumprir a pena de 4,8 anos a que foi condenado por falsidade informática no primeiro processo do BPP, que também resultou numa condenação de João Rendeiro, o fundador do banco. Mandaram-no voltar às 14 horas. Não havia ninguém para o atender.

Quando voltou, ergueu-se mais um problema: “A cadeia não tinha qualquer documento que desse suporte legal à prisão do arguido. E ele também não”, explica uma fonte judicial. Ou seja, não podia ser preso.