Sociedade

Caso Hammerskins: Ministério Público dá os crimes como provados (mas há exceções importantes)

26 abril 2022 14:37

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista

Hammerskins em Portugal

Dois dos crimes mais graves imputados ao guarda prisional João Vaz caíram. Arguido acusado de tentar matar um homossexual no Bairro Alto também foi ilibado pela procuradora Rita Brandão, que ainda considera que todos os 27 arguidos devem ser condenados

26 abril 2022 14:37

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista

A procuradora Rita Brandão dedicou quase trinta minutos das suas duas horas de alegações finais a um dos arguidos mais mediáticos do processo dos Hammerskins: João Vaz, o guarda prisional acusado de discriminação racial e de três crimes de ofensas corporais agravadas contra três militantes comunistas.