Sociedade

Polícia aborda casal de namoradas em resposta a denúncia. Ilga exige que sejam “apuradas responsabilidades”

27 maio 2021 19:50

Helena Bento

Helena Bento

Jornalista

Agentes da PSP abordaram um casal de lésbicas que estava a namorar no Jardim do Arco do Cego, em Lisboa, em resposta a uma denúncia de “atos de teor sexual”. Não adotaram “qualquer medida”, mas o caso não ficou por aí. A Associação ILGA Portugal quer que se perceba se “a polícia agiu em conformidade com a lei ou se terá havido, pelo que dá a entender o vídeo publicado nas redes sociais, alguma homofobia por parte da PSP”. Também o Bloco de Esquerda questionou o Governo

27 maio 2021 19:50

Helena Bento

Helena Bento

Jornalista

O vídeo foi publicado no Twitter há vários dias mas continua a dar que falar. Um casal de namoradas é abordado por agentes da PSP no Jardim do Arco do Cego, em Lisboa, mas não se consegue perceber que palavras são trocadas. “Estava no jardim do Arco do Cego, no Saldanha, com umas amigas, quando um senhor foi até ao encontro de um casal LGBTQ+ com o típico discurso de 'acham bem o que estão a fazer, há aqui crianças, blá blá blá'. Já aí ficámos incomodadas, mesmo não sendo nada connosco”, lê-se na descrição do vídeo, segundo a qual ao fim de uns minutos apareceram “nove guardas, no mínimo, junto do mesmo casal, a alegar que receberam muitas queixas de que elas estavam ali a ter comportamentos impróprios”. “Homofobia até quando?”