Sociedade

União Europeia lança Pacto Verde Europeu

thierry monasse/getty images

Ursula von der Leyen quer ver a Europa como “primeiro continente neutro em carbono”, mas só em 2020 dirá como chega a essa meta

8 dezembro 2019 16:22

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

Um dia depois de ter tomado posse como presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen assumiu o compromisso de lançar o Pacto Verde Europeu (European Green Deal) já na próxima semana e apresentar uma Lei do Clima até março de 2020. “O nosso objetivo é ser o primeiro continente neutro em carbono até 2050 e para atingirmos essa meta temos de agir agora, porque sabemos que esta transição precisa da mudança de uma geração”, afirmou a líder europeia no primeiro dia da Conferência do Clima, que começou esta semana e decorre até 13 de dezembro em Madrid.

A ambição de colocar a UE a liderar o combate às alterações climáticas, seguindo uma transição energética “justa e inclusiva”, assente numa economia circular e com uma estratégia para a biodiversidade é aplaudida com algum ceticismo pelos ambientalistas. Há muito que pedem uma lei do clima que estabeleça de forma clara as metas de redução de emissões de CO2 para as próximas décadas e querem mais urgência na ação.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler (também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso).

Torne-se assinante