Monarquia britânica

A próxima grande rutura na vida britânica está planeada ao minuto

8 setembro 2022 14:18

Sam Knight/“The Guardian”

leon neal/getty

Isabel está a chegar ao fim do seu reinado e o protocolo para o que acontece após a sua morte é conhecido como ‘London Bridge’ [ponte de Londres]. Os planos mais elaborados são para o que acontecer se ela falecer em Balmoral, onde se encontra nesta fase de maior debilidade. Isso espoletará uma primeira onda de ritual escocês. Este texto foi originalmente publicado na edição de 30/03/2019 da revista E do Expresso

8 setembro 2022 14:18

Sam Knight/“The Guardian”

Nos planos que existem para a morte da rainha — e há muitas versões, no Palácio de Buckingham, no Governo e na BBC — a maioria prevê que ela morra após uma curta doença. A família e os médicos estarão presentes. Quando a rainha-mãe faleceu na tarde do sábado de Páscoa, em 2002, na Royal Lodge em Windsor, ainda teve tempo de telefonar a amigos para se despedir e de oferecer alguns dos seus cavalos. Nessas horas derradeiras, o médico sénior da rainha, um gastrenterologista e professor chamado Huw Thomas, estará ao comando. Olhará pela doente, controlará o acesso ao seu quarto e considerará que informação tornar pública. O elo entre soberano e súbditos é algo estranho e difícil de entender. A vida de uma nação torna-se a de uma pessoa e, a certa altura, a corda tem de partir.