Política

Caso de Setúbal: Comissão Europeia considera que pode estar em causa a "integridade física" dos refugiados e familiares

17 agosto 2022 11:41

Vítor Matos

Vítor Matos

Jornalista

Igor Khashin, cidadão russo que recebia refugiados ucranianos em Setúbal através da associação Edintsvo

Na resposta a uma pergunta do eurodeputado e líder do CDS Nuno Melo, a Comissão diz que vai pedir informações às autoridades portuguesas sobre o acolhimento de refugiados ucranianos feito por russos em Setúbal.

17 agosto 2022 11:41

Vítor Matos

Vítor Matos

Jornalista

A Comissão Europeia "procurará obter mais informações junto das autoridades portuguesas" sobre o acolhimento de refugiados em Setúbal por cidadãos russos com ligações ao Kremlin, "para compreender os pormenores do incidente e o seguimento dado ao caso a nível nacional", respondeu o executivo europeu a uma pergunta enviada pelo eurodeputado e líder do CDS, Nuno Melo, a que o Expresso teve acesso. A Comissão admite que a recolha de dados por cidadãos relacionados com o regime de Vladimir Putin pode "pôr em causa a integridade física dessas pessoas", ou dos familiares que ficaram na Ucrânia.