Opinião

O radicalismo transgénero é uma ameaça à homossexualidade

19 julho 2022 11:58

Os homossexuais foram perseguidos pelo velho ethos machista e homofóbico porque "não gostavam de mulheres", mas agora podem ou não ser perseguidos ou marcados pelo ethos transgénero porque “não nasceram no corpo certo”? Ou seja, o movimento transgénero pode ou não ser muito homofóbico? Eu acho que pode, eu acho que está a ser

19 julho 2022 11:58

Se for radical, o movimento transgénero é uma ameaça ao movimento homossexual, à própria biologia e identidade homossexual e, nesse sentido, se o radicalismo transgénero não for contido, não pode haver aliança LGBT, mas sim uma separação, LGB vs. T e demais letras que se seguem na alegada coligação. Claro que a consciencialização para este problema está a ser encabeçada por Andrew Sullivan, a primeira grande voz gay a defender o casamento gay em 1989. Viu o casamento gay antes de toda a gente. Viu o problema do radicalismo transgénero antes de toda a gente.