Internacional

É uma espécie de ‘dança da chuva’: veja o vídeo do pedido de ajuda de apoiantes de Bolsonaro aos extraterrestres que (talvez) andem nos céus

22 novembro 2022 14:16

Apoiantes do derrotado Presidente Jair Bolsonaro numa concentração em Porto Alegre

ueslei marcelino/reuters

Desesperados com a vitória eleitoral de Lula da Silva, um grupo de apoiantes de Bolsonaro residentes em Porto Alegre, no Sul do Brasil, decidiu virar-se para o céu. Ao longo de seis noites da última semana, estas mulheres e homens reuniram-se em roda e movimentaram as mãos — com o telemóvel de lanterna ligada numa delas — para pedirem ajuda não a uma qualquer entidade divina, mas aos extraterrestres que talvez andem por aí. Veja o vídeo

22 novembro 2022 14:16

Vestidos de verde e amarelo, em roda, uma mão sobre a cabeça fazendo gestos comedidos, a outra a segurar o telemóvel de lanterna ligada a apontar para os céus, dezenas de homens e mulheres que terão votado em Jair Bolsonaro nas presidenciais brasileiras de 30 de outubro juntaram-se durante seis noites em Porto Alegre (capital do estado do Rio Grande do Sul) para pedir ajuda aos extraterrestres.

Quem sabe se levados pela fé, ou por alguma crença infantil do tempo em que viram o filme ET do realizador Steven Spielberg, estes homens e mulheres lançaram o seu apelo aos céus ao longo de seis noites e, para já, não se sabe se o gesto irá repetir-se.

São brasileiros que se identificam como “patriotas”, escreve o jornal “Folha de São Paulo”. No ritual que cumpriram ao longo de seis noites, lamentaram a derrota do ainda Presidente na segunda volta das eleições e pediram ajuda aos céus para solucionar o assunto.

Estes autoproclamados ‘patriotas’ acreditam que os extraterrestres vão resolver a seu contento a diferença de mais de dois milhões de votos que Lula teve sobre Bolsonaro.

No estado do Rio Grande do Sul, o futuro Presidente, do Partido dos Trabalhadores, venceu a segunda volta das presidenciais de 30 de outubro, na cidade de Porto Alegre, com 437.798 votos, o que equivale a 53,5% do total. Jair Bolsonaro, pelo Partido Liberal, teve 380.499 votos.

A nível nacional a disputa foi mais renhida. Lula somou 50,9% (mais de 60 milhões de sufrágios), Bolsonaro 49,1% (mais de 58 milhões). Contra votos não há extraterrestres que façam milagres, pelo que é de esperar que o vencedor tome posse a 1 de janeiro.

Um dia depois deste texto ser publicado, o portal noticioso O Antagonista publicou o artigo intitulado “Fake: manifestantes pedem socorro a extraterrrestres” onde afirma: “É mentira que manifestantes bolsonaristas pediam socorro a luzes no céu de Porto Alegre. O grupo formava a frase “SOS FA [Forças Armadas]” com lanternas de celular, para um drone captar a imagem”.

O “Le Monde diplomatique - Brasil” publicou o artigo “A mídia antipetista: quem está por trás do portal “O Antagonista”?”, a 26 de outubro de 2018, dois dias antes das eleições presidenciais em que Jair Bolsonaro foi eleito Presidente. Esse artigo refere que “o portal O Antagonista ganhou destaque ao se prestar ao serviço de “assessoria de imprensa” informal da candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República. Como ele é um dos dez sites noticiosos brasileiros mais acessados em 2017, é pertinente investigar seu papel na ascensão da extrema-direita no país, assim como os interesses que motivam a empresa na defesa da candidatura de Bolsonaro e na construção de um imaginário antipetista no Brasil (…)”.

(artigo atualizado às 19h00 de 23 de novembro de 2022)