Internacional

Suécia: Primeira-ministra reconhece derrota da esquerda nas eleições e demite-se

14 setembro 2022 19:10

Magdalena Andersson

jessica gow/getty images

Bloco formado por três partidos de direita e o partido de extrema-direita Democratas da Suécia tem “uma pequena maioria, mas, no entanto, uma maioria”, declarou Magdalena Andersson

14 setembro 2022 19:10

A primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson, reconheceu esta quarta-feira a derrota da esquerda e a vitória do bloco da direita e extrema-direita nas eleições legislativas da Suécia realizadas no passado domingo, contada a quase totalidade dos votos.

Em consequência, a dirigente social-democrata anunciou, numa conferência de imprensa, a demissão, que será oficialmente apresentada nesta quinta-feira.

O bloco formado por três partidos de direita e o partido de extrema-direita Democratas da Suécia (SD) tem “uma pequena maioria, mas, no entanto, uma maioria”, declarou Magdalena Andersson na conferência de imprensa, após um escrutínio bastante renhido.