Internacional

Afeganistão. Talibãs anunciam controlo total do vale de Panchir mas resistência desmente

6 setembro 2021 8:59

reuters

O vale de Panchir, um enclave de difícil acesso, situado a 80 quilómetros a norte de Cabul, era o último foco da oposição armada aos talibãs

6 setembro 2021 8:59

A Frente Nacional de Resistência do Afeganistão (NRF) que combate contra os talibãs na província afegã do Panchir negou hoje o controlo da região pelas forças do Emirado Islâmico e assegura que os combates continuam.

"A afirmação dos talibãs sobre a ocupação do Panchir é falsa. As forças da NRF estão presentes em todas as posições estratégicas do vale para continuarem a luta", indicou hoje o movimento através de uma mensagem publicada na rede social Twitter.

A mensagem foi publicada pouco depois de os talibãs terem assegurado o controlo do território do leste do Afeganistão.

As forças do Emirado Islâmico controlam Cabul e as 34 províncias do Afeganistão, excetuando bolsas de resistência armada no vale do Panshir, desde o dia 15 de agosto.

O anúncio dos talibãs sobre o controlo da região ocorre na mesma altura em que o chefe da diplomacia norte-americana é esperado em Doha, no Qatar, onde vai analisar a situação no Afeganistão.

O vale do Panchir, uma zona de difícil acesso situada a cerca de 80 quilómetros a norte de Cabul constituindo o último reduto da oposição contra as forças talibãs que tomaram o poder após combates localizados no norte do Afeganistão, durante a fase final da retirada das forças norte-americanas.

"Com esta vitória, o nosso país está completamente desarmado e fora do marasmo da guerra", declarou hoje o principal porta-voz talibã, Zabihullah Mujahid em comunicado.

Bastião anti talibã, o vale do Panchir abrigava a principal base do comandante Ahmed Shah Massoud, assassinado pela Al Qaeda em 2001.

Após o passado dia 15 de agosto, a NRF afirmava que mantinha "posições estratégicas" no vale para resistir contra as forças talibãs.

Atualmente, a NRF é comandada por Ahmad Massoud, filho de Shah Massoud e é composta por efetivos locais e membros das antigas forças de segurança afegãs que se refugiaram na região após a vitória dos talibãs.

Amrullah Saleh, vice-presidente do Governo deposto pelos talibãs, encontra-se refugiado no vale do Panchir.

A região nunca foi tomada durante a ocupação soviética (1979-1989) nem durante a última vez que os talibãs controlaram o país, entre 1996 e 2001.

Notícia atualizada às 09h12