Internacional

Os talibãs tomaram o poder em Cabul. Será o regresso à barbárie? Esta é uma de cinco perguntas que se impõem

16 agosto 2021 14:12

Margarida Mota

Jornalista

Combatentes talibãs, esta segunda-feira, em Cabul

wakil kohsar / afp / getty images

A tomada do poder pelos talibãs era inevitável? O que se segue agora? Uma guerra aberta? O regresso à crueldade da década de 90, com as mulheres fechadas em casa? Numa altura em que sobram interrogações e inquietações sobre o futuro imediato do Afeganistão, há leituras do passado e do presente que fazem sentido às primeiras horas do novo poder em Cabul

16 agosto 2021 14:12

Margarida Mota

Jornalista

1. A TOMADA DO PODER PELOS TALIBÃS IMPLICA O REGRESSO À INTOLERÂNCIA CRUEL DOS ANOS 90?

Não necessariamente. Há diferenças substanciais entre a forma como os talibãs tomaram o poder das duas vezes, que deixam antever posturas diferentes. Em 1996, os talibãs tomaram a capital afegã num contexto de guerra. Cercaram a Cabul durante meses e fustigaram-na com intensos lançamentos de foguetes. Desta vez, avançaram sem violência e sem resistência.