Energia

Produção hidroelétrica em Portugal alcançou novo máximo histórico a 4 de janeiro

19 janeiro 2023 10:19

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Dados da REN indicam que a 4 de janeiro o país registou um novo recorde na produção de eletricidade a partir das barragens, batendo o anterior máximo, que tinha sido alcançado em 2018

19 janeiro 2023 10:19

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A produção hidroelétrica nacional alcançou um novo recorde este mês, ao registar um pico de produção às 17h30 do dia 4 de janeiro, com uma potência de 6531 megawatts (MW) em operação e a injetar eletricidade na rede, segundo informou esta quinta-feira a REN - Redes Energéticas Nacionais.

De acordo com a empresa, o registo de 4 de janeiro bateu o anterior recorde, que datava de 21 de março de 2018, dia em que o sistema elétrico chegou a ter 6387 MW de capacidade hidroelétrica em produção.

A REN nota que o valor de 4 de janeiro foi atingido “devido à elevada precipitação verificada nesse período e ao aumento do caudal dos cursos de água, tendo-se registado uma produção total de 99 GWh no dia 4 de janeiro, o triplo do mesmo período em 2022”.

A 4 de janeiro, observa a gestora da rede elétrica, a energia hídrica assegurou quase dois terços do consumo de eletricidade de Portugal, que acabou por ter nesse dia um saldo exportador com Espanha, de 4 GWh.

Este pico contrasta com os números gerais de 2022, ano em que o índice de produtibilidade hidroelétrica foi de 0,63, ou seja, a produção hídrica ficou 37% abaixo da média histórica.

“Com exceção dos últimos dois meses do ano, as afluências muito reduzidas levaram a uma descida da produção anual hidroelétrica em 36%. Em dezembro, a forte precipitação que se fez sentir fez aumentar o índice de produção hidroelétrica para 1,67 (média histórica de 1)”, refere a REN.