Economia

EDP Renováveis aumentou produção em 10% em 2022

25 janeiro 2023 17:49

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

d.r.

Com mais capacidade instalada, a EDP Renováveis fechou 2022 com um crescimento de 10% no volume de energia gerada. A produção na Península Ibérica caiu, mas nos Estados Unidos, Brasil e Ásia subiu

25 janeiro 2023 17:49

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A produção de eletricidade da EDP Renováveis em 2022 ascendeu a 33.401 gigawatt hora (GWh), revelando um crescimento de 10% em relação ao ano anterior, informou a empresa no relatório de dados operacionais enviado esta quarta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O aumento na geração de energia renovável foi impulsionado sobretudo pela produção no Brasil (que cresceu 39%, para 2625 GWh) e na América do Norte (que subiu 8%, para 18.362 GWh, com os Estados Unidos da América como motor). A entrada na Ásia, com a aquisição da Sunseap, também contribuiu para a subida da produção.

Na Europa o crescimento da EDP Renováveis não foi além de 4%, com a produção em Espanha a recuar 2%, a geração em Portugal a baixar 11%, mas o resto da Europa a apresentar um aumento do volume de energia gerada de 26%.

Globalmente, a subida da produção da EDP Renováveis tirou partido de um aumento da capacidade instalada (de 13.580 megawatts em 2021 para 14.738 MW em 2022, para o que a entrada na Ásia contribuiu), mas o fator de utilização dos parques também teve uma ligeira melhoria (de 29% em 2021 para 30% em 2022).

Da capacidade instalada no final de 2022, 86% eram parques eólicos em terra, 2% no mar, e os restantes 12% centrais solares.

Em dezembro a empresa tinha ainda em construção 4 gigawatts (GW) de nova capacidade, mais do dobro do que estava a construir no final de 2021.

A EDP Renováveis deverá publicar os seus resultados completos do ano 2022 no dia 28 de fevereiro.