Economia

Os três perigos de 2023 segundo Davos: mais guerra, mais despesismo e mais protecionismo

20 janeiro 2023 16:26

nacho doce/reuters

O Fórum Económico Mundial terminou esta sexta-feira em Davos com Kristalina Georgieva, do FMI, a alertar para o risco de mais guerra e Christine Lagarde, do BCE, a avisar que os governos não podem sabotar a austeridade monetária e que os investimentos na mudança climática não devem provocar protecionismo

20 janeiro 2023 16:26

O Fórum Económico Mundial (World Economic Forum) terminou esta sexta-feira em Davos, na Suíça, com um painel de encerramento que alertou para três riscos maiores em 2023: mais guerra, mais despesismo orçamental sabotando o aperto monetário feito pelos bancos centrais, e mais protecionismo com uma guerra de subsídios na descarbonização e na política industrial entre Washington e Bruxelas.