Economia

Sonae anuncia OPA que vai tirar a Sonaecom de bolsa

21 dezembro 2022 20:25

Claudia Azevedo

rui duarte silva

Contrapartida oferecida é de 2,50 euros por ação, o que constitui um prémio de 32,6% face à cotação média ponderada dos últimos seis meses

21 dezembro 2022 20:25

A Sonae anunciou esta quarta-feira o lançamento de uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre as ações não detidas da Sonaecom que deverá levar à saída da empresa de bolsa.

Em comunicado enviado enviado à CMVM, a Sonae precisa que a sua oferta incorpora um prémio de 32,6% em relação ao preço médio ponderado das ações da Sonaecom no mercado regulamentado Euronext Lisbon nos últimos seis meses e um prémio de 25% face ao preço de fecho do dia 20 de dezembro (2 euros).

O grupo liderado por Cláudia Azevedo oferece uma contrapartida de 2,50 euros por ação, a pagar em numerário, mas o valor será ajustado em caso de distribuição de dividendos, reservas ou outro.

Para a administração do grupo, “o controlo exclusivo pela Sonae permitirá uma maior eficiência e flexibilidade na gestão operacional dos negócios detidos pela Sonaecom e a exploração de novas oportunidades de desenvolvimento do seu portefólio”.

Atualmente a Sonae detém 88,36% do capital social da Sonaecom e 89,97% dos direitos de voto. No caso de a OPA permitir ultrapassar uma participação de 90% dos direitos de voto, a Sonae vai recorrer ao mecanismo de aquisição potestativa, o que implica a exclusão da negociação das ações em mercado.

“A operação permite a quem ainda detém ações da Sonaecom materializar o valor das suas ações com importantes ganhos face aos valores de referência do mercado", afirma o comunicado.

Esta quarta-feira, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu as negociações das ações da Sonaecom, enquanto aguardava a divulgação de informação relevante, sem divulgar mais detalhes.