Economia

BCP dá 500 euros a trabalhadores sem carro da empresa

O BCP vai avançar com o pagamento extraordinário de 500 euros em dezembro a todos os trabalhadores que não tenham carro atribuído. Este é um dos apoios para mitigar os efeitos da subida da inflação

O BCP vai avançar com medidas que ajudem os seus trabalhadores a mitigar o efeitos da subida da inflação, que ultrapassou os 10% em outubro.

Em comunicado a que o Expresso teve acesso, enviado pelo presidente da comissão executiva a todos os trabalhadores, o BCP vai dar “um pagamento pontual extraordinário de 500 euros a todos os colaboradores sem viatura atribuída”. O pagamento será, de acordo com o comunicado assinado por Miguel Maya, “efetuado em simultâneo com o processamento salarial do mês de dezembro de 2022”.

É também referido que, a partir de janeiro, os trabalhadores podem pedir por antecipação o pagamento do subsídio de Natal relativo a 2023 em duodécimos, ou seja dividido por 12 meses.

Assim como, lê-se no comunicado, a possibilidade de quem tenha prestação de crédito à habitação poder fixar durante um ano esta mensalidade ao abrigo das condições o Acordo Coletivo de Trabalho.

“A fixação da prestação terá como base a prestação paga em junho de 2022, sendo que o prazo total do empréstimo será acrescido de 1 ano”.

No comunicado, Miguel Maya afirma que estas medidas têm em conta “a elevada inflação que tem vindo a ser registada em 2022 e o resultante impacto no rendimento disponível dos trabalhadores do BCP, muitos dos quais tiveram a sua evolução salarial condicionada na ultima década pelas medidas de ajustamento e transformação imprescindíveis ao sucesso da recuperação que o banco tem vindo a evidenciar”.

Ainda assim, sublinha que a “comissão executiva aprovou, não obstante a reduzida rendibilidade (ROE de apenas 2,5%) que o banco ainda apresenta, um conjunto de medidas que visam contribuir para mitigar o impacto da atual conjuntura inflacionista no respetivo rendimento”.

Em termos complementares, o banco, lê-se no comunicado, “disponibiliza uma oferta de autocarros gratuitos para/do Taguspark” que a partir desta quarta-feira, 2 de novembro, será aumentada, contando outra rota, a disponibilização da Rota H – Cacém-Taguspark-Cacém". Em fase final está ainda a disponibilização “de uma plataforma que permitirá aos Colaboradores Millennium agilizar o car pooling”.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: IVicente@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas