Economia

Piratas informáticos publicam dados de profissionais da TAP

16 setembro 2022 12:49

Anabela Campos

Anabela Campos

texto

Jornalista

Foto: TAP

Empresa diz que não estabeleceu contacto com grupo Ragnar Locker. Piratas não apresentaram pedido de resgate

16 setembro 2022 12:49

Anabela Campos

Anabela Campos

texto

Jornalista

Um pouco mais tarde que o previsto, o grupo Ragnar Locker iniciou, na passada sexta-feira, a revelação do primeiro volume de dados obtidos através de um ciberataque aos sistemas da TAP. Além de nomes, moradas e telefones de 115 mil clientes, foram ainda publicadas mensagens de correio eletrónico de profissionais da TAP, com pedidos de licença motivados por gravidezes de risco ou notificações de incidentes durante as diferentes operações, entre outros temas considerados “sensíveis”. Da publicação consta ainda um relatório financeiro com algum detalhe.

Este primeiro volume de dados corresponde apenas a parte da informação relativa a 1,5 milhões de clientes da transportadora aérea que o misterioso grupo de cibercriminosos garante ter desviado. A informação foi divulgada na denominada dark web, que abarca uma parte menos conhecida da internet e que costuma ser usada por cibercriminosos, máfias e espiões.