Economia

Inflação em Espanha desacelera em agosto e fixa-se em 10,4%

30 agosto 2022 8:51

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

foto getty images

A taxa de inflação em Espanha recuou 0,4 pontos percentuais em agosto, para 10,4%, devido a uma redução dos preços dos combustíveis, revelou esta terça-feira o INE espanhol

30 agosto 2022 8:51

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A inflação em Espanha desacelerou em agosto, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE) do país vizinho. Na estimativa rápida do INE, avançada esta terça-feira, é projetada para agosto uma inflação de 10,4%, menos 0,4 pontos percentuais do que a taxa de julho.

A desaceleração deve-se, de acordo com o INE espanhol, a uma redução dos preços dos combustíveis (que tinham subido em agosto de 2021, o mês que serve de base à comparação).

Em sentido contrário, o Índice de Preços no Consumidor (IPC) continuou a ser pressionado por aumentos de preços na eletricidade, alimentação, restauração e turismo.

A taxa de variação homóloga da inflação subjacente (o índice sem alimentos processados nem produtos energéticos) aumentou 0,3 pontos percentuais, para 6,4%, o nível mais alto desde janeiro de 1993.

Em Portugal o INE divulgará a estimativa rápida da inflação de agosto esta quarta-feira, dia 31. Em julho o IPC português apresentou um valor histórico de 9,1%, o mais alto desde novembro de 1992.