Diário

Ex-gestores da Caixa entregam queixa na CMVM contra auditoria da EY

luís barra

Entrou ontem, segunda feira, uma participação de ex-administradores do banco público do período 2008 a 2010 contra auditoria da EY que avaliou os créditos tóxicos da CGD. Ex-gestores acusam documento da EY de estar “repleta de incorreções” e pedem uma avaliação ao regulador do mercado de capitais que tem a supervisão das auditoras

9 julho 2019 10:09

Cinco administradores executivos da Caixa Geral de Depósitos no período 2008-2010 enviaram esta segunda feira uma participação à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) para que esta se possa pronunciar sobre erros que consideram grosseiros na auditoria feita pela EY aos atos de gestão praticados entre 2000 e 2015.

O Expresso noticiou esta intenção a 4 de maio e, dois meses depois, a queixa entrou finalmente no regulador do mercado de capitais que tem a supervisão das auditoras, apesar de os ex-administradores que a subscrevem saberem que esta foi feita pela consultora EY e não pela auditora com o mesmo nome, o que a pode colocar fora do âmbito da CMVM.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)