Boa Cama Boa Mesa

A pé ou de BTT, Via Algarviana vai ter novos percursos para explorar em 2023

3 janeiro 2023 10:16

Monchique

Em 2023, a Via Algarviana, que atravessa a região, da fronteira do Guadiana ao Atlântico, vai contar com sete novos percursos. São três pequenas rotas e quatro ligações que vão oferecer novos desafios e paisagens ao caminhantes e praticantes de BTT

3 janeiro 2023 10:16

Criada em 2009 pela associação Almargem, a Via Algarviana é uma Grande Rota Pedestre (GR13) que liga Alcoutim - com o Guadiana a servir de fronteira com Espanha - ao cabo de São Vicente, com uma extensão de cerca de 300 km, a maioria nas serranias do Algarve.

Ao longo dos anos têm sido melhorados os percursos, bem como a sinalética e o número de parceiros envolvidos. Tratam-se de rotas para fazer por etapas, a pé ou de bicicleta, que dão a conhecer paisagem, mas também património edificado, cultura, tradições, restaurantes, lojas e unidades de alojamento. As etapas desenvolvem-se através de rotas intercalares e outras temáticas. O itinerário da GR13 atravessa nove concelhos do Algarve: Alcoutim, Castro Marim, Tavira, São Brás de Alportel, Loulé, Silves, Monchique, Lagos e Vila do Bispo.

A grande novidade é que a Via Algarviana vai contar com sete novos percursos para explorar em 2023. “Estamos a terminar as marcações da sinalética, que demoraram mais devido ao tempo chuvoso, bem como as vistorias finais, fundamentais para garantir a segurança de todos os nossos caminhantes e praticantes de BTT”, explica-se na newsletter da Via Algarviana.

App Via Algarviana

App Via Algarviana

Assim, ao longo deste novo ano, vão ficar disponíveis três pequenas rotas pedestres no concelho de Monchique, batizadas de “Percursos das Hortas”, “Pelos Caminhos de Alferce” e “Entre o Vale e o Castelo”. Igualmente em 2023 vão ser inauguradas quatro novas ligações à Via Algarviana (GR13), a saber: Vaqueiros – Martim Longo (18,7 km); Estação de comboios de Parchal – Silves (15,8 km); Monchique – Alferce (11,7 km); e Alferce – Mochique (11,5 km). Explique-se que as Ligações à Via Algarviana são trilhos lineares que ligam a grande rota a um local de acesso fácil. “Assim, é mais fácil chegar ao traçado principal da Via Algarviana, ou terminar a sua aventura e regressar a casa”, referem os promotores.

Já a 16 de janeiro, a Via Algarviana vai disponibilizar a versão digital do guia da GR13, que pode igualmente ser solicitado em papel. No mesmo dia será apresentada e lançada a app da Via Algarviana, disponível para Android e iOS e com toda a informação sobre os percursos, bem como a possibilidade de descarregar os mapas, que podem ser seguidos mesmo em modo offline. Antes de se fazer ao caminho, o melhor é mesmo planear os percursos, com a ajuda da Via Algarviana.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!