Boa Cama Boa Mesa

Descobrir a Nave da Mestra, um dos mais belos segredos da serra da Estrela

6 setembro 2022 9:43

Nave da Mestra

cm manteigas

Acessível somente a pé, um antigo abrigo de pastores e rebanhos, guarda histórias seculares de conspirações e está emoldurado de um magnífico cenário natural. Para chegar à Nave da Mestra, também conhecida como Nave da Barca, é preciso atravessar a “Talisca”, uma fenda num penhasco gigantesco.

6 setembro 2022 9:43

No concelho de Manteigas, a 1700 metros de altitude, a montanha mostra todo o esplendor e beleza, mas guarda também alguns locais secretos que, por essa mesma razão, são geradores de lendas e mistérios. A Nave da Mestra é um desses locais. Pouco conhecido, já que o acesso só se faz a pé e exige boa forma física, está rodeado de pastos verdes, que foram poupados aos incêndios florestais deste verão.

Nave da Mestra

Nave da Mestra

miguel serra / cm manteigas

Conta a lenda – e lá estão, ainda, as ruínas, para confirmar, pelo menos, a parte histórica – que em 1910, a família Matos Preto mandou ali construir uma casa para as férias de verão. Contudo, a verdadeira intenção da habitação seria, muito mais que o propósito do simples lazer da família, servir de abrigo a reuniões clandestinas anti-regime, incentivadas pelo juiz José Pereira de Matos. Envolta em grande mistério está também a forma como terá sido colocada a enorme laje de granito que serve de teto ao que foi o anexo onde se guardavam os cavalos. Hoje na horizontal, essa laje foi primeiramente colocada na vertical, o que saltava à vista na paisagem.

Atravessar a "talisca"

Atravessar a "talisca"

cm manteigas

Com mistérios por resolver e lendas por confirmar, a verdade é que a casa foi abandonado e, durante muitos anos, serviu de abrigo para pastores e rebanhos, que aproveitavam a tranqulidade deste planalto a 1700 metros de altitude, rodeado de enormes penedos. Tem sido também local de descanso e contemplação para montanheiros e caminhantes. Igualmente conhecida como Nave da Barca devido a um grande bloco de granito com a forma de um barco, a Nave da Mestra é acessível a partir do Percurso Pedestre PR4MTG - Rota do Carvão, que oferece ainda o bónus de permitir atravessar a “Talisca”, uma fenda que rasga um gigantesco penedo e que conduz o visitante até ao riacho e ao pasto, como se de uma porta mágica se tratasse. O cenário tem uma beleza ímpar e olhando mais longe é possível a Lagoa Comprida, o vale da Candeeira e a depressão do Vale Glaciar.

Lagoa Comprida

Lagoa Comprida

A Rota do Carvão, que conduz a este lugar, é um percurso circular com 20 km que conta uma parte da história de Manteigas e que está intimamente relacionada com a pastorícia, o centeio e a floresta. Na zona de maior altitude, a 1683 metros, era produzido carvão para venda na vila através da queima da raiz da urze, popularmente designado de borralho. A beleza da paisagem natural que o percurso proporciona, composta por matos e matagais, contrasta com autênticas esculturas naturais. Além da belíssima Nave da Mestra destacam-se no percurso as formações rochosas Fraga da Cruz, um majestoso cabeço granítico, o Fragão do Corvo e a Pedra Sobreposta.

Cântaro Magro

Cântaro Magro

turismo centro de portugal

Para chegar à Nave da Mestra pode também optar pelo PR5MTG - Rota do Maciço Central, que cruza com a Rota Carvão. É um percurso circular com 10 km de extensão e dificuldade acentuada, já que conta com terrenos bastante acidentados, mas paisagens majestosas. Próprio para caminhantes experientes, este percurso revela verdadeiras maravilhas da montanha, algumas ainda praticamente inexploradas. A Rota do Maciço Central tem inicio junto ao cruzamento da estrada nacional para a Torre e surpreende constantemente com a vista de locais emblemáticos como o Covão d’ Ametade, o Covão Cimeiro, os Cântaros (Magro, Gordo e Raso), as Salgadeiras, a Lagoa do Peixão (ou da Paixão), a Ribeira da Candeeira.

Covão d'Ametade

Covão d'Ametade

turismo centro de portugal

Nesta viagem até à serra da Estrela aproveite para viver uma outra experiência única: Deslizar na Lagoa Comprida ao por do sol

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!