Boa Cama Boa Mesa

Ventozelo Hotel & Quinta: Um lugar para caminhar, provar e sentir o murmúrio do Douro

29 agosto 2022 10:00

luis ferraz

Galgar os socalcos de jipe até ao topo da quinta, sentir o cheiro da terra no jardim das aromáticas, fazer um piquenique sob uma oliveira à beira-rio ou mergulhar numa piscina entre vinhas são apenas algumas das experiências que ajudam a descobrir as particularidades da quinta e da região.

29 agosto 2022 10:00

Em tempo de vindimas, a propriedade recebe quem quiser percorrer os socalcos colhendo os frutos num dia de portas abertas e com programa especial dedicado à arte da produção do vinho. Vindima, passeio de barco no rio Douro ou almoço com sabores regionais integram o programa de dia 24 de setembro.

Desde 2019 aberta ao turismo como hotel e espaço de enoturismo, a Quinta de Ventozelo conta séculos de história do Douro, do seu terroir e personalidade forte, entre vinhas, oliveiras, hortas e árvores de fruto, abraçadas por uma extensa mata mediterrânica. Mais do que um alojamento, é um local singular, perfeito para se conectar com a natureza duriense.

Comparados com os mais de 500 anos de história desta quinta secular, os três que passaram como hotel são ainda um minúsculo capítulo na vida desta imensa propriedade. Mas já serviram para dar a conhecer a Portugal e ao mundo a diversidade que se encontra ao longo dos seus 400 hectares, que se conhecem em tranquilas caminhadas ou em aventureiros passeios de jipe. O tamanho e o cunho pessoal estendem-se não só ao alojamento – são 29 quartos, distribuídos por diferentes espaços espalhados pela quinta - mas também às diversas experiências a que serve de palco.

Comece por visitar o Centro Interpretativo, onde pode inteirar-se do terroir, morfologia e da história da quinta, cujas primeiras referencias remontam à época da ocupação romana da Península Ibérica, aparecendo a aldeia de Ventozelo referenciada em documentos do século XIII, época em que os monges do mosteiro cisterciense de S. Pedro das Águias dominavam grande parte deste território. Passou por vários proprietários, nacionais e estrangeiros, até ser adquirida, em 2014, pela GranCruz que, além de apostar na modernização da vinha e do olival abriu as portas, em 2019, ao enoturismo.

Quinta de Ventozelo

Quinta de Ventozelo

luis ferraz

Dormir numa casa de quinta
Intimamente ligado à Natureza, atmosfera rural e aos valores do Douro Património Mundial, o hotel oferece uma imersão nestas vivências através da reconversão de edifícios antigos em confortáveis casas e quartos que perpetuam a longa história. No total, são 29 alojamentos (a partir de: €145) que aproveitam as edificações existentes: Dois balões, outrora utilizados para armazenar vinho e transformados em suítes; a Casa do Feitor, onde repousam cinco quartos duplos e uma suite para pessoas com mobilidade reduzida, uma sala de estar comum com lareira e varanda com vistas de rio; a Casa do Laranjal, com cinco quartos duplos brindados por um pátio individual com vista para o bucólico laranjal; o edifício dos Cardanhos, que acolhe hoje sete quartos duplos superiores e uma ampla sala de estar, também com lareira. Mais afastadas, paredes meias com o rio, erguem-se ainda a Casa Grande, seis quartos duplos superiores e ainda biblioteca, sala de jantar, cozinha e ainda uma deslumbrante e exclusiva piscina infinita sobre o Douro e a Casa do Rio, com dois quartos duplos, sala, cozinha e terraço. Todos os alojamentos dispõem de espaço exterior e por vários pontos da propriedade encontra bancos para parar e olhar em volta, respirar o ar puro e ouvir o silêncio, com vinhas a perder de vista e o rio, ao fundo, como cenário. É também este o enquadramento da piscina, abraçada pelos vinhedos e focada no rio, com o qual parece dialogar.

Quinta de Ventozelo

Quinta de Ventozelo

luis ferraz

Da horta para a mesa
O forna a lenha e uma grande fogueira no terraço alimentam o lado mais rural da Cantina de Ventozelo, restaurante da unidade que vai, também ele, beber inspiração ao passado, trazendo para atualidade métodos e receitas antigas e tradicionais da região. Muito ajuda a horta contígua, onde crescem muitos dos legumes e frutas que se transformam em criações com forte ligação à terra. Aliás, era neste espaço, onde pontua um amplo terraço sobre a paisagem, que antigamente eram servidas as refeições dos trabalhadores da quinta.

Hoje, aberto a hóspedes e passantes, os variados vinhos de Ventozelo acompanham pratos elaborados com produtos da terra, caça e fornecedores de proximidade, com consultoria do chef Miguel Castro Silva. Pratos de forno como a costela Maronesa ou cachaço Bisaro ou de tacho, como feijoada, rancho, arroz de legumes, milhos e legumes guisados pontuam ao almoço, onde também está sempre disponível uma sopa, saladas, queijos, enchidos e a tradicional bola. Ao fim-de-semana as mesas vestem-se de pratos mais ricos, como o bacalhau e carnes assadas, entre elas o cabrito, ao domingo. Ao jantar a abordagem é mais ligeira e elegante, com entrada, prato e sobremesa que passam por truta fumada, escabeche de peixe ou perdiz, seguido de peixe do rio, bacalhau ou naco de vitela, seguido de queijo e doce.

A arte também marca forte presença através do programa “Artes & Ideias em Ventozelo: todos os anos há residências artísticas que resultam em diferentes interpretações de Ventozelo, expostas regularmente no interior do restaurante, Centro Interpretativo e noutros espaços da Gran Cruz.

Quinta de Ventozelo

Quinta de Ventozelo

luis ferraz

Caminhar e descobrir
Do edificado, como a capela dedicada a Nossa Senhora dos Prazeres, aos lagares e adega, alambique, hortas biológicas, pomares e jardim das aromáticas (onde também é possível fazer uma prova do Gin de Ventozelo), parta à descoberta da quinta num passeio por um dos sete percursos pedestres assinalados, com diferentes extensões e graus de dificuldade. Em época própria, pode também participar na apanha da azeitona e na vindima.

Não parta sem antes passar pela mercearia de Ventozelo onde encontra vários produtos da quinta e da região, com destaque para o vinho e o azeite, mas também compotas, marmelada, biscoitos e mel, de produção própria.

Quinta de Ventozelo

Quinta de Ventozelo

luis ferraz

Ventozelo Hotel & Quinta (Quinta de Ventozelo, Ervedosa do Douro, S. João da Pesqueira. Tel. 254249670) está também aberto a visitas e provas para não hóspedes. O projeto foi um dos cinco finalistas na categoria Turismo Autêntico do PNT - Prémio Nacional de Turismo, promovido pelo Expresso e pelo BPI - com o patrocínio do Ministério da Economia e da Transição Digital, o apoio institucional do Turismo de Portugal, e o apoio técnico da Deloitte enquanto knowledge partner –, distingue as melhores empresas, práticas e projetos turísticos em Portugal.

Em 2021, o PNT recebeu 439 candidaturas, os prémios e menções honrosas no âmbito do Prémio Nacional do Turismo foram atribuídos a cinco categorias: Turismo Autêntico, Turismo Gastronómico, Turismo Inclusivo, Turismo Inovador e Turismo Sustentável.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!