Boa Cama Boa Mesa

Sazonal, local e consciente: conheça a cozinha dos primeiros restaurantes Estrela Verde em Portugal

16 dezembro 2021 8:44

afonso

A par com o Il Gallo D’Oro, no Funchal, o Restaurante da Herdade do Esporão, no Alentejo, recebeu uma Estrela Verde Michelin. Foi a primeira vez que espaços gastronómicos nacionais foram distinguidos com esta nova categoria do famoso guia internacional

16 dezembro 2021 8:44

Já foi considerado como o grande vencedor entre os estrelados nacionais de mais uma edição do Guia Michelin para a Península Ibérica, anunciada esta terça-feira. O Restaurante da Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, conquistou a primeira estrela, mas a surpresa foi ainda maior ao ser também distinguido com uma Estrela Verde Michelin. Desta forma, o espaço alentejano chefiado por Carlos Teixeira tornou-se no primeiro restaurante português a receber a nova distinção, a par do Il Gallo D’Oro, no Funchal, que já ostenta duas estrelas desde 2017. A Estrela Verde, que começou a ser atribuída em 2021, tem por objetivo “reconhecer os restaurantes e chefs particularmente comprometidos com a defesa do meio ambiente e premiar o esforço destes estabelecimentos e fazer eco das melhores práticas gastronómicas no âmbito da sustentabilidade”, explica o conhecido guia internacional.

Restaurante da Herdade do Esporão

Restaurante da Herdade do Esporão

Sazonal, local e consciente

“Esta distinção é um reconhecimento do trabalho que temos vindo a fazer nos últimos anos, sempre focados na utilização dos produtos da nossa horta e em constante sintonia com os produtores locais. É com muito orgulho que recebemos este prémio, pois vem confirmar aquilo em que acreditamos cada vez mais: que os produtos que nos rodeiam não são uma limitação, mas sim o que nos inspira para fazermos a nossa cozinha. Uma cozinha sazonal, local e consciente. Continuaremos a dar forma a esta visão”, reagiu o chef Carlos Teixeira depois de conhecida a distinção, reafirmando o restaurante que o objetivo é apresenta uma cozinha marcada pela sazonalidade, respeito pelo produto e pela natureza e com desperdício zero.

Explica-se ainda que o Restaurante da Herdade do Esporão, que apenas serve almoços, utiliza nos menus produtos de uma extensa área de horta, produção animal própria, bem como uma área de floresta protegida, de onde recolhem produtos silvestres. A compostagem, a redução na utilização de plásticos e papel e a cozinha direcionada para o desperdício zero, são outras das práticas e compromissos assumidos diariamente pela equipa do Esporão.

Restaurante da Herdade do Esporão

Restaurante da Herdade do Esporão

afonso

Na edição 2021 do guia Boa Cama Boa Mesa pode ler-se sobre o Restaurante da Herdade do Esporão: “O caminho do restaurante é o da valorização dos produtores locais: 80% dos legumes provêm da propriedade. O chef Carlos Teixeira criou dois menus degustação, de cinco e sete momentos marcados pela sazonalidade, nos quais propõe desde as ostras do Sado ao peixe de rio, lúcio perca maturado, mas também o cachorrinho de lagostim ou o pato maturado com arroz de forno. Escolha a harmonização feita com os vinhos da Herdade.”

Com 40 lugares e serviço diário, ao almoço, à carta ou através de menus de degustação (desde €50, sem vinhos), o restaurante aconselha “marcação de reserva com mínimo de 72 horas de antecedência”, através do e-mail reservas@esporao.com ou do tel. 266509280. “Com pratos descomplicados, para poder partilhar. Elaborados com produtos sazonais, de produtores locais e nacionais, acompanhando de perto o ciclo de cada um”, os pratos elaborados pelo chef Carlos Teixeira tinham já merecido referência no início de 2020, através do artigo Em nome da sustentabilidade, restaurante no Alentejo é um autêntico laboratório de cozinha

Il Gallo d'Oro - Da Quinta - Espetada.jpg

Il Gallo d'Oro - Da Quinta - Espetada.jpg

henrique seruca

Madeira Verde com o Il Gallo D’Oro

Liderado desde 2004 pelo chef francês Benoît Sinthon, o restaurante Il Gallo D’Oro, instalado no hotel The Cliff Bay, no Fuchal, ostenta desde 2017 duas estrelas Michelin e, este ano, recebeu, pela primeira vez a Estrela Verde.

Em outubro deste ano, o restaurante apresentou-se renovado e deu a conhecer “um estimulante novo menu”. Outra das grandes novidades é a Mesa do Chef, para experiências mais intimistas. Benoît Sinthon explicou ter aumentado a pesquisa na horta do grupo PortoBay e na Madeira, e estar a trabalhar o produto na íntegra através de desidratações para criar “dashis exclusivos” com pós da ilha, fermentações, gelados de cereais da região e vinagres de pinheiro e de pitanga. Prometiam surpreender e fazer o cliente “viajar”. Lapas, trutas e espada: o melhor da Madeira chega à mesa em novo menu de autor, foi o título da reportagem Boa Cama Boa Mesa.

Il Gallo D'Oro

Il Gallo D'Oro

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!