Blitz

Artur Peixoto (MEO Kalorama): “O Kanye West aceitou vir a Portugal pela primeira vez por um cachê muito baixo”

19 setembro 2022 17:22

Artur Peixoto

rita carmo

“Já na altura, estamos a falar do CoolJazz de 2006, o cachê que ele cobrava nos países do norte da Europa andava na casa dos 200 ou 300 mil dólares, o que era muito pesado para nós”. Artur Peixoto recorda, no Posto Emissor, as negociações do primeiro concerto de Kanye West em Portugal

19 setembro 2022 17:22

Artur Peixoto, diretor do festival MEO Kalorama e da promotora de espetáculos House of Fun, recorda no podcast Posto Emissor as negociações que trouxeram Kanye West pela primeira vez a Portugal, em 2006, nas quais esteve envolvido enquanto programador, à época, do festival CoolJazz. “Aceitou vir a Portugal pela primeira vez por um cachê muito baixo porque queria ir a todo o lado”.

“O Kanye West veio numa fase em que era um fenómeno a nível mundial, mas se eu dissesse a quantidade de bilhetes que vendeu ficavas chocado, mesmo chocado”, começa por dizer, “já na altura, estamos a falar do CoolJazz de 2006, o cachê que ele cobrava nos países do norte da Europa andava na casa dos 200 ou 300 mil dólares, o que era muito pesado para nós”.

Ouça a partir dos 29 minutos e 55 segundos.