Blitz

Agir: “Dificilmente iria à Festa do Avante, até porque até agora nunca aconteceu”

3 setembro 2022 9:40

Agir

rita carmo

“Quando chega à parte do ‘tenho que pôr comida na mesa’ deixo de criticar seja o que for. Não sei se é o caso das pessoas que decidiram ir este ano, elas saberão melhor do que eu”. No podcast Posto Emissor, Agir reage às críticas apontadas aos artistas que aceitaram o convite para participar na Festa do Avante, que decorre este fim de semana, esclarecendo que não tem nada contra um evento que é “muito mais do que um evento político”

3 setembro 2022 9:40

No fim de semana em que Agir, convidado desta semana do podcast Posto Emissor, atuou no Festival F, em Faro, decorre igualmente a Festa do Avante, no Seixal. Questionado sobre se teria aceitado o convite para atuar este ano no evento promovido pelo Partido Comunista Português, o cantor disse: “dificilmente iria, até porque até agora nunca aconteceu”, acrescentando, contudo, que “teria todo o gosto em ir” a um evento onde no passado já atuou com o pai, Paulo de Carvalho.

“Quando chega à parte do ‘tenho que por comida na mesa’ deixo de criticar seja o que for. Não sei se é o caso das pessoas que decidiram ir este ano, elas saberão melhor do que eu”, acrescenta ainda o cantor, reagindo às críticas apontadas aos artistas que aceitaram atuar na Festa do Avante depois de o PCP ter sido o único partido português com assento parlamentar que não condenou a invasão militar da Ucrânia ordenada pelo Presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Ouça a partir dos 58 minutos e 57 segundos.