Justiça

Eurobic garante "completa cooperação" com autoridades após buscas à sua sede relacionadas com Isabel dos Santos

18 janeiro 2023 20:04

foto pedro nunes

O banco Eurobic foi alvo de buscas esta quarta-feira, lideradas pelo Ministério Público e pelo DCIAP, a pedido das autoridades angolanas, e relacionadas com as suspeitas relativas a Isabel dos Santos

18 janeiro 2023 20:04

O banco Eurobic confirmou esta quarta-feira, numa nota à imprensa, a realização de buscas na sua sede, em Lisboa, e veio reafirmar a sua “posição de completa cooperação” e total transparência com as autoridades judiciais.

Contudo, o banco não avança quaisquer detalhes sobre as diligências, noticiadas pelo Observador e pela Visão, e que visaram também, na terça-feira, as consultoras PwC e Boston Consulting Group.

“Na sequência das notícias vindas a público, o EuroBic comunica que foram hoje realizadas diligências judiciais na sua sede, estando legalmente vinculado a não adiantar quaisquer informações sobre as mesmas”, refere a nota do banco, do qual Isabel dos Santos ainda é acionista, com uma posição de 42,5% (através da Santoro Financial Holding e da Finisantoro Holding Limited).

O EuroBic foi também uma das entidades financeiras envolvidas nas revelações do Luanda Leaks, devido ao uso de contas bancárias para alegados desvios de dinheiro pertencente à petrolífera estatal angolana Sonangol.

Esta quarta-feira a Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou à agência Lusa a realização de buscas “em execução de pedido de cooperação judiciária internacional recebido das autoridades angolanas”.

“As diligências têm lugar em empresas de consultoria e numa entidade bancária e são dirigidas pelo Ministério Público do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP)”, indicou a PGR.