Ciência

NASA de regresso à Lua: missão integra, pela primeira vez, uma mulher e um astronauta negro

NASA de regresso à Lua: missão integra, pela primeira vez, uma mulher e um astronauta negro
MARK FELIX

A missão Ártemis II contará com três americanos e um canadiano para orbitarem a Lua, em 2024. Mais de 50 anos depois, a viagem servirá de teste, já que o objetivo é voltar a pisar o solo do satélite, em 2025

Uma mulher e três homens: Christina Koch, Victor Glover, Reid Wiseman e Jeremy Hansen. É assim que vai ser composta, de acordo com a informação revelada pela agência espacial NASA esta segunda-feira, a equipa de quatro astronautas da missão Ártemis II — o primeiro teste tripulado do programa através no qual as potências espaciais ocidentais querem levar humanos à Lua e a Marte.

O objetivo da missão é testar todos os sistemas que permitem aos astronautas viver na cápsula Orion. Os membros da tripulação, no espaço de dez dias, viajarão para a Lua, darão a volta e regressarão à Terra.

“Eles vão voar até à Lua. Esta é a missão Ártemis II. É uma mensagem para o mundo de que escolhemos regressar à Lua e daí ir a Marte. Vamos fazê-lo todos juntos, porque no século XXI exploramos o cosmos com os nossos aliados internacionais”, anunciou Bill Nelson, administrador da NASA. A Europa está a contribuir com uma parte da nave espacial: o seu módulo de serviço, que fornece ar, água, eletricidade, propulsão e controlo de temperatura à cápsula tripulada.

A missão Ártemis II é o maior teste para Ártemis III, na qual se deverá mesmo voltar a pisar o solo da Lua em 2025. Na missão Ártemis III, espera-se que dois membros da tripulação saiam da cápsula Órion.

Até agora, a Lua só foi orbitada por 24 homens brancos. Em novembro de 2024, vai ser a primeira vez que uma mulher e um homem negro vão chegar perto do satélite do planeta Terra. A última vez que humanos estiveram perto da Lusa foi na Apollo 17, há 53 anos.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: cbarros@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas