Sociedade

Operação Vórtex: MP suspeita que deputado pressionou técnicos da Agência do Ambiente e Proteção Civil para aprovarem projetos imobiliários

14 janeiro 2023 8:17

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

O ex-presidente da câmara de Espinho e atual deputado do PSD, que é visado mas ainda não é arguido, era conhecido como o “Papa”. Os cinco arguidos do caso esperavam contar com a ajuda de um ex-secretário de Estado do Ambiente, com o nome de código “boca larga”, para aprovar os projetos imobiliários de luxo em Espinho e são suspeitos de 16 crimes de corrupção. Este sábado deverão ser conhecidas as medidas de coação

14 janeiro 2023 8:17

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Joaquim Pinto Moreira, atual deputado do PSD e ex-presidente da Câmara de Espinho, é suspeito pelo Ministério Público e Polícia Judiciária de ter pressionado uma técnica da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) para aprovação de um lar, seguindo as indicações do empresário Francisco Pessegueiro, um dos principais arguidos na “Operação Vórtex”, que investiga suspeitas de corrupção naquela autarquia nos dois últimos mandatos. Estávamos em maio de 2022 e Pinto Moreira já tinha trocado a autarquia pela Assembleia da República.